27 outubro 2016

Outubro Rosa: 2º Passeio Rosa do ICC (Instituto do Câncer do Ceará)


Hello, meninas e meninos! Hoje o papo é sério e preventivo... Tanto para ELAS quanto para ELES

Domingo, 23, o rosa tomou conta na avenida Beira Mar de fortaleza com o 2° Passeio Rosa do ICC (Instituto do Câncer do Ceará) em parceria com o Instituto Avon.  O evento teve como objetivo chamar a atenção da sociedade como um todo e, principalmente, das mulheres para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Cerca de cinco mil pessoas compareceram para chamar a atenção da sociedade como um todo. O 2° Passeio Rosa marcou o encerramento da campanha do Instituto do Câncer do Ceará (ICC), que contou com a parceria do Instituto Avon e animação do grupo Unidos das Cachorras, Di Ferreira e Super Banda e aula de dança.

O Instituto do Câncer do Ceará (ICC) é um moderno centro de excelência que reúne ensino, pesquisa e os principais serviços para tratamento integral do câncer (oncologia clínica, cirúrgica, radioterapia e quimioterapia), juntamente com o apoio de serviços diagnósticos, como Laboratório de Patologia, Biologia Molecular e Análises Clínicas, Radiologia e Diagnóstico por Imagem e uma equipe de saúde multidisciplinar especializada em cancerologia.
Atualmente, o ICC conta com uma equipe de mais de 1.000 colaboradores, 150 médicos e 81 residentes. No Hospital Haroldo Juaçaba (HHJ) o paciente tem acesso a uma assistência integral, que vai desde o diagnóstico, tratamento especializado e multidisciplinar, aos cuidados paliativos. A instituição é formada pelo HHJ, Escola Cearense de Oncologia (ECO) e Casa Vida, que abriga pacientes e seus acompanhantes vindos do Interior do Estado e de outras cidades para realizar tratamento no hospital, e, para onde as doações recebidas durante o Outubro Rosa serão destinadas. O Instituto completa no dia 25 novembro de 2016, 72 anos de existência.

O Câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos novos casos a cada ano. É o segundo tipo mais frequente no mundo. Se diagnosticado e tratado oportunamente, o prognóstico érelativamente bom. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estádios avançados. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta faixa etária sua incidência cresce rápida e progressivamente.




· 57.960 novos casos no Brasil
· 4.050 no Nordeste
· 2.160 no Ceará
· 860 em Fortaleza
· Atendimento mensal: 22.508
· Atendimento SUS: 70% dos atendimentos prestados
· Atendimento de novos casos de câncer/ano: 6.951
· Consultas realizadas/ano: 173.837
· Exames de imagem realizados/ano: 39.359
· Mamografias realizadas/ano: 5.522
· Cirurgias realizadas/ ano:6.578
· Aplicações de Radioterapia/ano: 219.513
· Aplicações de Quimioterapia/ano: 34.705

Você já fez sua prevenção neste ano? E o autoexame? Vamos lá! 

E ah, não esquece de voltar por aqui, tá?
Beijo grande! :*

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif


Nenhum comentário:

Postar um comentário